14.9.10

Novas razões acontecem



Queria conseguir escrever algo.
Que justificasse a sua volta a esse lugar.
Que acrescentasse algo à sua vida.
Que desse alento. Sustento. À minha.
O mundo de coisas que me aconteceu ainda não faz tanto sentido.
Justamente o sem sentido é o que me abraça.
Perdi o prumo, mas não o rumo.
Queria falar de mim.
Algo que fosse de encontro a esse vazio.
Algo que preenchesse os espaços.
No tempo e no espaço dos acontecimentos.
Vale a pena falar de dor?
Não sei.
O que eu sei é que vale a pena falar de amor.
Tenho sido muito amada. Acarinhada.
Surpreendida por tamanhos gestos.
O tempo da surpresa vai passando e a dor se instala.
Respirar está difícil. Mas respirar é preciso.
Já escrevi que só que se lança à luta é que conhece a dor.
A dor de viver. De existir. De ser.
Da luta ao luto. Do luto à luta.
Novas razões acontecem.
Para escrever.
Para ser.
Para sentir.
Para fazer acontecer.
Todas as letras são uma desculpa para te pedir: carinho.

12 comentários:

Val disse...

Bia; estamos vivendo momentos dificeis e "perdas" diferentes...

...porém vc escreveu o que estou sentindo neste instante. Em outra situação, porém estou vivendo exatamente o seu relato.

Suas palavras mais uma vez me confortam e me fazem chorar...mas é um choro sufocado e também de alivio em compartilhar com alguém.

Hoje me falta o AR, o ar que me é tão caro...

Agradeço a Deus por sua existência.
Obrigada.

Bjs;

Ingrid disse...

Sinta-se abraçada minha amiga querida, de um abraço forte e apertado. Muito carinho pra vc!

Smucks disse...

BIA!!!
Uma vez li isso, e não sei que sentido tem, pois não consegui até hj separar os dois ..
"A dor é inevitável mas o sofrimento é opcional.."
mas de qualquer maneira, o amanhã se encarregará de abrandar os dois, confia e segue!!!

Mais carinho pra vc :O)
Beijos Smucks....

Bibi disse...

Val: querida... perder nunca é fácil, mas tenha em mente que mesmo quando se perde, ainda se ganha. O tempo mostra.

Gui: Vc tem me sido por suporte. Obrigada.

Smucks: É uma frase complicada que faz a gente pensar. Penso que a dor da partida taí, mas a alegria de ter vivido tanto tempo com um Pai tão legal, faz o sofrimento desaparecer. Tudo que eu tinha para dizer a ele, disse em vida. Ele partiu sabendo o tanto que o amava. Entõ, tanto ele foi em paz, quanto eu fico em paz também. Obrigada pelo carinho :)

Xícaras no Armário disse...

OI Bibi, estou sumida, por isso só hoje soube do que aconteceu. Aí vai um ombrinho bem de longe e um abraco bem forte e apertado, meu e de Beca. E voce sabe de onde vem nosso consolo nesta horas, espera nEle, pois Ele está bem pertinho de voce. Beijo grande.

Bibi disse...

Nat: Sei sim e conto com Ele. Beijos

eliza disse...

continuo aqui, do seu ladinho, muda, mas não calada.

Bibi disse...

Eliza: eu te escrevi aqui e no email, você viu?

J25 disse...

A distância não permite um abraço ou afago real assim vai um abraço e afago virtual com todo carinho. Um amigo um vez mim disse: "chore pois alem de ser uma fonte de alivio deixa os olhos mais bonitos."

Bibi disse...

OOOOO Querido! Estou recebendo o seu carinho. Esse afago virtual tem muito valor. Adorei a frase. Meus olhos são sinceros!

Valmir disse...

Te adoro. As palavras me fogem quanto a tudo isso, mas sempre que precisar estou aqui com minhas palavras e tb, claro, com meu silencio. Bj

Bibi disse...

Val: As palavras estão me cercando de algo límpido, raro, constante. As suas, as minhas, as deles. Bom te saber por perto.