18.4.12

Porto de Galinhas - Day 3 (Carneiros)



Se em outra “encadernação” eu acreditasse, diria que tinha parte com o Garfield, no que tange a levantar cedo. Mas em viagem tudo muda. Raio o sol, é melhor estar de pé para o famoso “carpe diem”. Sou daquelas que toma banho para ir à praia, então, preciso desse extra time para me arrumar.

O café começava às 8 da manhã. Éramos quatro apreciadores de banho para apenas um banheiro. Nada de banho coletivo... 1) Porque não éramos casais; 2) Porque não temos uma vibe europeia; 3) Porque as paredes davam choque, então todo cuidado era pouco. No máximo compartilhávamos a pia para uma escovação de dente coletiva. Foi uma espécie de catarse do grupo J

Estávamos prontos para uma nova aventura: rumo à Carneiros. Como essa praia fica um pouco distante, não pudemos fazer o passeio (R$ 50 com o barco) de bugre. Pé na estrada com um Siena dirigido por um senhorzinho figura chamado Gaia. Depois é que entendi o apelido, que faz uma referência regional aos chifres que as mulheres colocam nele hohoho

Gaia parecia sério, mas se soltou logo nos primeiros minutos da viagem de quase duas horas. No meio da estrada disse que o irmão dele era locutor de uma rádio local. Ligou para lá e disse para o Onassis pedir uma música. Pego de surpresa, ele escolheu Balada Boa, do Gusttavo Lima. Mas não é que essa musiquinha tosca animou a nossa viagem? Todos dançamos e cantamos. Até o motorista fazia coreografia com o Onassis no banco da frente, o que me preocupou de leve. RS


Depois da música, um incidente se tornou assunto no carro. A passageira da charanga da frente jogou lixo na estrada. Duas vezes! Assim, como se não houvesse amanhã... Ou mais ninguém na estrada. Ficamos todos possuídos pelo ritmo ragatanga e ao emparelhar o carro, Professor Xéu gritou: “que feio, jogando lixo na rua”. A elegância dele foi por água abaixo, porque por trás eu me esgoelava: “poooooooooorco!”. Na ultrapassagem seguinte, claro, ganhamos uma dedada - ele certamente não era Palmeirense hehehe. Mas sabe que nem liguei? Valeu a pena, ê, ê!

Para chegar à Carneiros, é preciso ir de barco. Eu enjoo até em caiaque! Mas a minha preocupação era sempre repassar o protetor 60, porque eu estava muito vermelha já. E com soninho. Paparazzi do barco sugeriu poses românticas entre eu e Onassis, enquanto passava uma igreja ao fundo. Quando percebi, pulei, literalmente: “Sai fora! Ele não é meu macho não!”. hahahahahahaha



A Praia de Carneiros é realmente um dos lugares mais bonitos em que já estive. Contudo, o local é bem rústico, não tem muitas “facilidades”. Isto é, se você dispensa a barraca onde fica todo mundo trepado um no outro, comendo e ouvindo música de gosto duvidoso nas alturas. Meus amigos e eu caminhamos um pouco mais e encontramos o Beijupirá, sugerido pelo Guia 4 Rodas. A comida é exótica? Sim. Mas muito cara e mal servida. Um prato individual sai por R$ 50,00 e a caipirinha – a minha estava deliciosa – custa R$ 14,00. Pagamos e bem caro por um pouco de tranquilidade e conforto. Além do chuveirão que tinha à disposição, que ajudou e muito meu cabelo a não endurecer. Água de um azul incrível de temperatura agradável, areias brancas, mar tranquilo, vegetação bacana e muita, muita paz. Carneiros vai ficar no meu coração...

5 comentários:

Professor Xéu disse...

Uma das mais belas paisagens que já vi. Virou meu protetor de tela, assim eternizo um pouco mais aquela lembrança!

Bibi disse...

Uma das mais belas paisagens que já vi também. Presença de Deus no todo e em cada detalhe. Vontade de voltar...

Anônimo disse...

Eu moro em recife , já fui ai vaarias vezes e é mto lindo msm eu recomendo vocês a ir pra Peroba-AL lá tbm é lindo demais

Bibi disse...

Ah, devia ter assinado ao recadinho! rs Adoro! Vou pesquisar sobre esse lugarzinho gostoso :)

José Luiz disse...

Olá Bibi,
meu nome é José Luiz
moro em Curitiba
Eu e minha namorada vamos para Porto de Galinhas, sairemos do aeroporto direto para porto de Galinhas utilizando Bike.
Gostaria de algumas dicas. Meu e-mail é joselc.pinto@gmail.com
Sei que dá para ir de bike para Carneiros, uma grande volta, mas vamos economizar o transfer e o barco (só o barca já está 100 reais por pessoa).

Desde já agradeço.