9.7.10

Tricô Literário



Adoro trocar informação sobre livros e autores. Estou numa fase de sofrimento com a abstinência de livraria. Faz séculos que não entro em uma com aquele tempo justo e conhecimento de causa para devorar as novidades.

Hoje, uma das minhas Ciclistas - Stap Tops To Be - me sugeriu uma leitura. Fico encantada quando alguém lê alguma coisa que acha que tem a "minha cara". Tendo ou não tendo, significa que houve lembrança e reconhecimento durante aquele tempo de deleite supremo que a boa leitura proporciona. Gatinha, só esqueci o nome, mas tô tranquila, porque sei que a qualquer hora do dia ou da noite (ou quase isso) eu posso te perturbar para perguntar.

Mas agora sou eu quem pergunta:

- Alguém aqui já leu algum livro do Caio Fernando Abreu que queira me indicar? Sim, estou in love pelo autor.

- Alguém quer me indicar mais alguma leitura?

NO SISTEMA DA BIBI -

Livros que acabei de ler:
"O Labirinto da Felicidade - Uma fábula sobre o sentido da vida" de Alex Rovira e Frances Miralles  & "Cartas à Mãe - Direto do inferno" de Ingrid Betancourt com Mélanie e Lorenzo Delloye-Betancourt.

Livros que estou lendo:
"Eclipse" de Stephenie Meyer (para você ver como está a minha estante nesse momento) e "Minha Força Diária - Leitura Devocionais" de Samuel Doctorian.    

8 comentários:

fer disse...

Oi Bibi,

Amo Caio.E descobri isso ao ler o livro Para Sempre Teu,Caio F. de Paula Dip. (grande amiga de Caio). O livro reúne cartas, depoimentos e particularidades dele. Muito bacana. Quando terminei de ler, senti tanta vontade de ter sido amiga de Caio, de ter convivido com ele.
Vale a pena conferir a leitura. Vc vai ficar ainda mais apaixonada.
beijo

Bibi disse...

Hummmmm Fer, boa dica! Obrigada!

fernando disse...

Nunca li nad de tal autor, mas indico um livro "Industria Cultural e Sociedade", de Theodor Adorno, composto por três ensaios de fato esclarecedores.

Bibi disse...

Fernando: São livros mais técnicos ou de deleite poético?

STAP TOPS TO BE disse...

oi priminha!

o livro é MUSASHI.
Creio absolutamente que ia se deliciar com ele.

beijinhos

Bibi disse...

Anotado!

fernando disse...

Pura análise de como a ind´tria vem tranformando ou ao menos tentando transformar a arte em produto comercial.

Bibi disse...

Fernando: comprei!