10.8.09

Pensamento

Morre o bebe prematuro, filho de uma conhecida
Morre a adolescente, cujo sonho era visitar a Disney
Morre o jovem, que sonhava em combater a pobreza
Morre o velho fotografo, que fez história com seus registros
Morremos eu e você um pouco, a cada dia, quando deixamos de acreditar que ainda é possível.

9 comentários:

Sambeira disse...

ai que dor!

Bibi disse...

Just think about it

valmir disse...

Morremos, mas tb crescemos com as perdas.

Bibi disse...

Val, concordo, mas vagamos friamente com o medo das escolhas...

Josselene Marques disse...

Triste e pura realidade!
Quanta maturidade, garota!
Ótima semana!

fernando disse...

No momento estou escrevendo um artigo sobre este tema, o qual tem o poema Pofundamente, do bandeira como objeto de estudo.
É engraçado como não nos damos conta da transitoriedade do ser!

Bibi disse...

Esbarramos nessa transitoriedade algumas vezes só para nos lembrarmos que é preciso viver pra valer, não cha?

Saulo disse...

Morre o filhote de samambaia que eu cltivava num xaxim ecológico pendurado na área. Sinal dos últimos dias ordinários do planeta Terra!

Bibi disse...

Pessoa péssima!