31.12.11

Desesperar Jamais

Desesperar jamais
Aprendemos muito nesses anos
Afinal de contas não tem cabimento
Entregar o jogo no primeiro tempo

Nada de correr da raia
Nada de morrer na praia
Nada! Nada! Nada de esquecer

No balanço de perdas e danos
Já tivemos muitos desenganos
Já tivemos muito que chorar
Mas agora, acho que chegou a hora
De fazer Valer o dito popular
Desesperar jamais
Cutucou por baixo, o de cima cai
Desesperar jamais
Cutucou com jeito, não levanta mais
- Ivan Lins

4 comentários:

Elton Sipião disse...

Belo post, Ivan Lins é um bom compositor.Abraços poéticos.

Bibi disse...

Elton, querido, quanto tempo! Feliz 2012!!!!

marina w. disse...

Feliz 2012, Carinha!

Bibi disse...

Minha musa MW, feliz 2012! Ano passado estávamos juntas no meio do "fervo"! Esse ano tô escondidinha no interior!