30.9.11

Acelera coração!

Como esperei esse dia e ele chegou. Mas não veio como um tsunami, que eu achei que fosse arrebatar o meu coração. Na verdade, minha empolgação anda mais para Bossa Nova, que para Samba Enredo do Carnaval. Bate de mansinho, fala baixinho e celebra dedilhando um violão em um banquinho.


Pois então, passamos dos 100 mil acessos, desde que eu coloquei o sitemeter. E isso não deixa de ser uma vitória pessoal, uma alegria, um marco na história do Bibi de Bicicleta. E o fizemos juntos, sem dúvida. Mas depois que mudei a versão do publicador do blogspot, ele mesmo me disse que eu já havia alcançado e passado desse número há algum tempo. Então fica a celebração interna, nossa, mais explícita.


Claro, espero chegar aos 200 mil de maneira bem mais rápida. Depende de nós! 



PS: Já temos exatamente 114.467. E contando!

Li por ai


"É tempo de ser mais objetiva e prática para organizar as ideias."


Adiposa Girl

Gente criativa torna o mundo um lugar melhor, sem dúvida :)
E a criatividade anda de mãos dadas com o bom humor.
Quase morri de rir com a versão "pyratha" nacional de California Girl da Katy Perry.
Aqui nós temos Adiposa Girl com Cake Perry.
Fabiana Karla está maravilhosa, não é segredo, mas o que é Hélio de La Peña!?
Talento nato desse moço, que além de tudo é gente fina!
ADORO!


28.9.11

poesia

E eu sei que ela pensa
Não sem um tom de agonia
Como um homem tão pequeno
Cabe em tanta fantasia?
Depois de tudo, depois de tanto
Cessou o pranto, passou a dor
Tendo ou não outro dono
E seja ele quem for
Esteja ela onde esteja, saberá
Por um minuto que seja
o valor do encanto que se quebrou
mas que nunca rasga no peito
aquele que lhe foi amor.

Frase



Marcella: Pra que existe saudade?
Bibi: Para a gente necessariamente dimensionar aquilo que é importante.

Frase



" Letras apressadas não perdoam o seu autor " 

Bia Amorim


Frase


"Se você não esta preparado para perdoar, 
também não esta preparado para ter amigos" 
- Bia Amorim


After Frase... 

Uns amigos escreveram algo sobre isso:

TL : É perdoando que se aprende;

Bella: Se você não está preparado para perdoar, também não está preparado para ser meu amigo;

Carlos: Liberar perdão é muito complicado! Porém, estou tentando;

Muito linda a participação das pessoas. São como fios coloridos para tecer o meu tapete. Em plena confecção...

Eu me remexo muito

Maurice, você não levantou a mão, portanto seu terrível comentário será retirado dos registros. 


Rei Julian não era o predador dos bocós, mas sabia das coisas :)

Li por ai



Assim como involuntariamente o video dos "bons drink" bombou na internet e se tornou um fenômeno repetido à exaustão nas mais diferentes mídias, meios e situações; Christiane Torloni acabou cunhando o "Hoje é dia de rock, bebê!" no imaginário popular. Um mero fator circunstancial catapultado à potência máxima. 


O curioso nisso tudo - o que salva até - foi o brilhante texto que o jornalista e colunista de O Globo Arthur Xexéu produziu, mediante a declaração enigmática da atriz (que é como ele se refere à pérola produzida pela diva) e se apropriando brilhantemente de uma situação. Eu diria que a atriz fez quase uma declaração profética, mediante o texto do jornalista. Veja a crônica no Blog do Xexéu

estatística

O dia começou péssimo. Uma lástima mesmo. Texto que vocês gostaram tanto aqui, não fez o menor sucesso na aula de narrativa. Nota baixa. Tristeza. A noite terminou bem, com o aniversário do meu querido D em um jantar rodeado de pessoas amáveis. Só muito bolo de chocolate para aliviar o fato do dia... 


Estou furibunda da vida. Agora faço parte de uma estatística desagradável: furto de celular!
Beijo e não me liga :(

26.9.11

Ou

OU...


Namore uma garota que escreva. 
Melhor! 
Namore uma garota que bloga: 
sua vida será feita de instantâneos infinitos :)

Namore uma garota que lê


Namore uma garota que lê
 
From Rabiscos da Lu
Namore uma garota que gasta seu dinheiro em livros, em vez de roupas. Ela também tem problemas com o espaço do armário, mas é só porque tem livros demais. Namore uma garota que tem uma lista de livros que quer ler e que possui seu cartão de biblioteca desde os doze anos. 

Encontre uma garota que lê. Você sabe que ela lê porque ela sempre vai ter um livro não lido na bolsa. Ela é aquela que olha amorosamente para as prateleiras da livraria, a única que surta (ainda que em silêncio) quando encontra o livro que quer. Você está vendo uma garota estranha cheirar as páginas de um livro antigo em um sebo? Essa é a leitora. Nunca resiste a cheirar as páginas, especialmente quando ficaram amarelas. 

Ela é a garota que lê enquanto espera em um Café na rua. Se você espiar sua xícara, verá que a espuma do leite ainda flutua por sobre a bebida, porque ela está absorta. Perdida em um mundo criador pelo autor. Sente-se. Se quiser ela pode vê-lo de relance, porque a maior parte das garotas que leem não gostam de ser interrompidas. Pergunte se ela está gostando do livro. 

Compre para ela outra xícara de café. 

Diga o que realmente pensa sobre o Murakami. Descubra se ela foi além do primeiro capítulo da Irmandade. Entenda que, se ela diz que compreendeu o Ulisses de James Joyce, é só para parecer inteligente. Pergunte se ela gosta ou gostaria de ser a Alice. 

É fácil namorar uma garota que lê. Ofereça livros no aniversário dela, no Natal e em comemorações de namoro. Ofereça o dom das palavras na poesia, na música. Ofereça Neruda, Sexton Pound, cummings. Deixe que ela saiba que você entende que as palavras são amor. Entenda que ela sabe a diferença entre os livros e a realidade mas, juro por Deus, ela vai tentar fazer com que a vida se pareça um pouco como seu livro favorito. E se ela conseguir não será por sua causa. 

É que ela tem que arriscar, de alguma forma. Minta. Se ela compreender sintaxe, vai perceber a sua necessidade de mentir. Por trás das palavras existem outras coisas: motivação, valor, nuance, diálogo. E isto nunca será o fim do mundo. 

Trate de desiludi-la. Porque uma garota que lê sabe que o fracasso leva sempre ao clímax. Essas garotas sabem que todas as coisas chegam ao fim. E que sempre se pode escrever uma continuação. E que você pode começar outra vez e de novo, e continuar a ser o herói. E que na vida é preciso haver um vilão ou dois. 

Por que ter medo de tudo o que você não é? As garotas que leem sabem que as pessoas, tal como as personagens, evoluem. Exceto as da série Crepúsculo. 

Se você encontrar uma garota que leia, é melhor mantê-la por perto. Quando encontrá-la acordada às duas da manhã, chorando e apertando um livro contra o peito, prepare uma xícara de chá e abrace-a. Você pode perdê-la por um par de horas, mas ela sempre vai voltar para você. E falará como se as personagens do livro fossem reais - até porque, durante algum tempo, são mesmo. 

Você tem de se declarar a ela em um balão de ar quente. Ou durante um show de rock. Ou, casualmente, na próxima vez que ela estiver doente. Ou pelo Skype. 

Você vai sorrir tanto que acabará por se perguntar por que é que o seu coração ainda não explodiu e espalhou sangue por todo o peito. Vocês escreverão a história das suas vidas, terão crianças com nomes estranhos e gostos mais estranhos ainda. Ela vai apresentar os seus filhos ao Gato do Chapéu [Cat in the Hat] e a Aslam, talvez no mesmo dia. Vão atravessar juntos os invernos de suas velhices, e ela recitará Keats, num sussurro, enquanto você sacode a neve das botas. 

Namore uma garota que lê porque você merece. Merece uma garota que pode te dar a vida mais colorida que você puder imaginar. Se você só puder oferecer-lhe monotonia, horas requentadas e propostas meia-boca, então estará melhor sozinho. Mas se quiser o mundo, e outros mundos além, namore uma garota que lê. 

Ou, melhor ainda, namore uma garota que escreve. 

Texto original: Date a girl who reads - Rosemary Urquico
Tradução e adaptação - Gabriela Ventura


25.9.11

Domingo

Transpondo minhas próprias barreiras e superando as melhores expectativas. Domingo espetacular. O começo de muitos outros iguais ou melhores. Vencer a si mesma é conquistar territórios internos que jaziam perdidos em sombras. Houve luz.





24.9.11

Uiaaaaaaaa!

No Facebook:


"Se um dia fizerem a minha biografia, por favor, que ela seja escrita pela Bia Amorim" - Rafael Ribeiro

# Morri :) 

Do U Marry Me?



Eu achei que tivesse matado o romantismo em mim, mas essas pequenas "bobagens" ainda me arrancam lágrimas de alegria. Não que eu quisesse igual, mas achei a coisa mais linda que esse moço fez para surpreender a namorada: criatividade, atenção, carinho, surpresa, cuidado. Já tive um Magic Moment na Disney e talvez justamente por isso eu tenha entrado na magia da situação proposta! Have fun :)

KP


Sweet acid girl :)

23.9.11

bons sonhos

"Quando você foi embora, fez-se noite em meu viver
...

Vou seguindo pela vida me esquecendo de você
Eu não quero mais a morte, tenho muito que viver 

Vou querer amar de novo e se não der não vou sofrer
Já não sonho, hoje faço com meu braço o meu viver"

Soltas



Sou bem preguiçosa para certas atividades. Não deveria ser e nem gostaria, mas mudar padrões estabelecidos é uma grande batalha. Hoje,a convite, venci a inércia e fiz uma longa caminhada da Gávea até o Leblon. Sem nenhum juízo de valor, aquele pedaço é um outro Rio. E numa simples caminhada, pude perceber o quanto de poesia o caos da cidade e o tumulto dos dias corridos esconde. E o quanto de elucubrações e filosofias se atinge, quando o cérebro é oxigenado com exercício de paisagens diferentes do cotidiano. 


Uma outra coisa é certa. A faculdade afiou meu pensamento. Não apenas me garantiu mais informações. Facilitou, na verdade, a ordenação da capacidade argumentativa. As vãs discussões de hoje passaram por temas tão distintos quanto: sexualidade, amish, islamismo, Bin Laden, deficiência cognitiva, poesia, a China como potência, cachorros, amores, vexames, léxico.


***
Recebi uma ligação com um convite muito especial. Não pude aceitar, mas como gostaria (sorte e sucesso aos envolvidos)... As tentações são constantes, mas a diferença de ter um sonho e conquistá-lo talvez passe pela nossa persistência, resistência e fé. Cheguei em casa meio lamentando a impossibilidade, quando li que uma coleguinha jornalista estava também largando a sua profissão e a boa posição para embarcar numa nova profissão e formação: psicanálise.


Pensei que quanto mais velho a gente fica, mas difícil se torna o ato de abandonar o que se conquistou em nome de um novo ideal. Obviamente muito mais coisas vão entrando em jogo. Porém, acho que existe um outro dado complicador nesse sistema: a mudança também imputa na abdicação do eu. E quanto mais tempo você se torna aquele você, menos força você encontra para virar o jogo da vida e se reinventar. Não é necessariamente uma crítica, porque cada um tem a sua história e as suas questões pessoais e intransferíveis para administrar. É uma constatação e um alerta.


***
Já que não posso voltar atrás, que Deus me ajude a seguir para o alvo.


***
E esse dólar subindo, heim?


***
Terminando de ler: "mentes perigosas - o psicopata mora ao lado".
Não sei se passo para Madame Bovary ou Lendo Lolita em Teerã.

;)

Você nem deve ler isso, mas quero registrar que: TE AMO

Canta Marrom!

Este amor
Me envenena
Mas todo amor
Sempre vale a pena
Desfalecer de prazer
Morrer de dor
Tanto faz
Eu quero é mais amor...

22.9.11

Good Night By Bike


Moonlight and love songs,
Never out of date,
Hearts full of passion,
Jealousy and hate,
Woman needs man, and man must have his mate,
There's no one can deny.

It's still the same old story,
A fight for love and glory,
A case of do or die,
The world will always welcome lovers,
As time goes by

U've got mail

E-mail mandado pelo meu querido Jorge Brasil. Que mesmo de longe, sempre se faz tão perto. Impossível não compartilhar! Boa noite a todos!


Existem momentos na vida que, por mais que queiramos, não conseguimos enxergar o óbvio.
 O Semeador de Estrelas é uma estátua localizada em Kaunas, Lituânia. 
 
Durante o dia passa despercebida.

Mas quando a noite chega a estátua justifica seu nome...





Que possamos  sempre ver além daquilo que está diante dos nossos olhos, hoje e sempre
"Às vezes, a nossa vida é colocada de cabeça para baixo, para que possamos aprender a viver de cabeça para cima."

Cresceu!



Estamos crescendo em número de Ciclistas Oficiais! Clap clap clap...


A de número 138 é a Tina Lopes. Estamos nos conhecendo pelo viés virtual, mas já achei o blog dela - Pergunte ao Pixel - muito interessante!


Você podia se apresentar, heim, moça? 
Welcome!




News

Revista Caras/Fotos: Renato Velasco
Essa foi uma daquelas matérias super legais que eu fiz, dei pistas, mas não pude falar a respeito até ser publicada (AQUI). Um bate e volta a Búzios e um bate-papo com um casal jovem e cheio de histórias para contar. A gente sempre acaba apurando muito mais do que cabe em um texto. O que é bom, mesmo não havendo espaço físico para compartilhar, fica na memória. 


Ele é Thiago Arancam, o jovem tenor brasileiro que conquistou o seleto mundo da ópera. Um sucesso que está apenas começando. Gosto de talentos mundiais Made In Brazil. Espero que vocês gostem da matéria (AQUI).

21.9.11

Li$ta$


Saiu na Forbes a lista dos dez mais ricos dos EUA:
1 – Bill Gates, fundador da Microsoft
US$ 59 bilhões
2 – Warren Buffett, investidor e presidente da Berkshire Hathaway
 US$ 39 bilhões
3 – Larry Ellison, fundador da Oracle
US$ 33 bilhões
4 – Charles Koch, CEO e co-proprietário da Koch Industries
US$ 25 bilhões
5 – David Koch, vice presidente e co-proprietário da Koch Industries
US$ 25 bilhões
6 – Christy Walton e família, herdeira do grupo Wal-Mart
US$ 24,5 bilhões
7 – George Soros, investidor
US$ 22 bilhões
8 – Sheldon Adelson, proprietário da Las Vegas Sand Corporation
US$ 21,5 bilhões
9 – Jim Walton, herdeiro do grupo Wal-Mart
US$ 21,1 bilhões
10 – Alice Walton, herdeira do grupo Wal-Mart
US$ 20,9 bilhões
Larry Page (fundador do Google) está na posição 15, com US$ 16,7 bilhões; Steve Jobs é o 39º, com US$ 7 bilhões; George Lucas está na 107º casa, com US$ 3,2 bilhões. Not bad!
O mais menino da lista é o Bill Gates, com 55 anos. E os mais velhos são Warren Buffett e George Soros, com 81 anos. Um dos coroas da dupla fez fama porque fez fortuna sozinho, já o outro "quebrou" um banquinho na Inglaterra com suas investidas. Todos na lista.  Cada um na sua. 

Cultural

Foto: Vivian Fernandez.
A moça tá na área, me dando alegrias!


* Vocês viram no cinema Planeta dos Macacos - A Origem? Sensacional e desagradável, queria debater a respeito...


* Tropa de Elite 2 na lista para concorrer a ser finalista do Oscar. Finalmente!


* Acabei de ler: Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil, de Leandro Narloch. Imperdível, vou ver se escrevo sobre ele também... Cheio de babados! 


* Almoço no Centro Histórico de Paraty. Pirão + Peixe é de deixar o cliente louco! Lugar pitoresco, nunca tinha ido à Paraty, o que com o meu histórico poderia ser surpreendente. Mas não é.


* Rock In Rio - Pois é, eu vou! Estarei no coral gargarejo do Stevie Wonder. Pena que não poderei levar cartazes e nem gritar: lindo! No mais, vale cada segundo o show. 


* Hoje me convidaram para trabalhar na Livraria Saraiva. Atendente. Bem, não era bem assim o meu sonho de trabalhar com livros, né? 


* Puxa, só descobri agora Antonio Maria... Séculos de atraso Bibi de Bicicleta. Pneu murcho. 

Old Christine

Sofia, a adorável garotinha em foto e produção de Juliana Coutinho


Que dia foi esse? Celular mudo desde cedo e descubro, no fim do dia (depois de mudar todo o caminho para ir à loja da operadora MORTA), que a Vivo está fazendo manutenção nas redes (sem avisos prévios...). Nada de receber ligação. Nada de torpedos. Nada de internet (all day long)... Nada de resolver os "embrólios" que a minha característica impulsiva exacerbada em certos dias do mês me proporcionam. Eu me mereço! DESCULPA!!!!!!!! 


Então ela deu a revisão para a prova. Entendimento deficiente mode ON. Certas coisas pareciam ser ditas em outra língua. Pô, não estudo português a fundo desde 1998... Léxico. E ai ela me dá a prova. Sei que é para levar para casa. Leio a primeira questão e guardo delicadamente no livro sobre Psicopatia que está na minha bolsa. Ironias. Lágrimas nos olhos e não é de cortar cebolas... Por demais exigente comigo mesma. Então olho para o lado e até me consolo com um caso pior: minha amiga intercambista da China, que assiste à aula com um tradutor eletrônico em punho. Ok, eu podia ser bailarina ou inseminadora de cavalos...


A vida mostra seu revés. No ato. Os tios da minha amiga estavam na estrada runo a Friburgo, quando uma pedra se solta e despenca lá de cima. Acertou em cheio o carro deles. Ela morre e ele é levado às pressas para o hospital. Corta Para: Minha Realidade. Não é nada diante dos fatos da vida. Minha Tia Edith me disse na última viagem, ao me ver aplicando insulina na barriga inchada pelas picadas: "É, minha filha, cada um que dê conta do seu destino". Sábias e doces palavras de quem ficou viúva cedo, venceu um câncer e cuida da sua própria diabetes. Sem perder a ternura jamais. Amo.


Corta Para: Minha Realidade. Estou sentada no banco preferencial do metrô. Meio dormindo, meio pensando, meio tentando ler, meio que falhando em todas as tentativas. Uma mulher à minha frente chora. Não um pranto. Nada de escândalo. Na verdade, nada se ouve. Mas é um choro profundo, porque as lágrimas grossas rolam copiosamente pelo seu rosto. Percebo o quanto as pessoas em volta se incomodam com o pranto alheio. Não que achem ruim, mas cada um quer poder fazer algo para minimizar uma dor. Achei isso até bonito no carioca. Ela se senta ao meu lado. Vou duvidar de que foi Deus que colocou ela ali? Era dor de estômago. Coisas que eu sei...Conversamos tanto, acalmei a moça, falei sobre a sua alimentação e ainda ofereci um remedinho que nas minhas crises é batata (médicos, não me matem, por favor. Por isso mesmo não vou divulgar nome/marca aqui). Muitas vezes as dores físicas são reflexo das emocionais. E a pessoa que sofre só precisa de alguém que o ouça e o entenda. 


Corta Para: Minha Realidade 2. Somos 137 agora. A foto é nova, mas o bigode que desponta na frente é velho conhecido... Betinho, tão Professor Pardal quanto o Meu Pai. Tão importante receber apoio dos meus sem pedir. Eu jamais pediria, mas sempre direi o quanto me faz bem. 


"Muitas vezes as dores físicas são reflexo das emocionais. E a pessoa que sofre só precisa de alguém que o ouça e o entenda com disposição. Carinho pode ser profilático também" 




News

Revista Caras/Ivan Faria
Sábado passado fui chamada para fazer um trabalho especial: o casamento da apresentadora Carla Vilhena. Que lindeza de mulher. Parecia a Barbie adulta saindo do carro com aqueles olhos azuis, os cabelos longos e um sorriso de parar o quarteirão. Gosto de missões assim, com certos detalhes pitorescos, cheias de sonhos e glamour.


Era fim da manhã/começo da tarde. Um daqueles dias claros, mas que não está nem calor e nem frio. Deixou a visão do Outeiro da Glória, cartão-postal carioca, ainda mais exuberante. Vê-se tanto de um Rio lindo e calmo lá de cima. E a igrejinha é uma graça, tradicional, encravada na pedra, com madeiras e azulejos. Puro charme. Patricia Poeta linda de madrinha e gente boa para conversar. Amei ver o casal Paulo Zero e Sônia Bridi. Sabe quando você olha uma dupla e vê similaridade e singularidade? Ele é o cinegrafista das matérias dela. Que dupla. Márcio Canuto grandão, bem humorado e cheio de histórias de amor com a sua Líbia. Beatriz Castro, das matérias do Nordeste. Muito legal encontrar. Outra que amei ver foi a Mariana Godoy, âncora do Hoje aos sábados. Todo mundo festejando. Todo mundo cheio de história boa para contar.


Destaque especial para um quarteto fofura do jornalismo: Michelle Loreto (a garota do tempo), o casal Carolina Thomeu (Band News) e Fabricio Battaglini (do Mais Você) e Márcio Gomes, do RJ (e do JN, quando escalado nos fins de semana). Eles estavam almoçando e toparam deixar a mesa, ir para o fim da casa de festas para tirar uma foto que não aconteceu, voltar para o mesmo salão que estavam e esperar de pé pela foto com os noivos, que então rolou "com a galera" toda. Meu jeito de dizer muito obrigado é por aqui, mesmo que nunca saibam. "Fazemos isso, porque gostamos muito de você", me disse o Battaglini. Vejam vocês, 12 anos depois, esse tipo de coisa ainda me emociona.


Fechamento relâmpago. E meu editor uma fofura comigo. Dei risadas com a concorrência: Beth e Laís. Estava afinadíssima com o fotógrafo, o doce Ivan Faria. E com o humor no lugar certo. Obrigada Deus.     


*link para a matéria em Carla Vilhena :)

20.9.11

Quero

Queria muito uma coca zero nesse momento. Muito mesmo. Mas só tem suco de uva. Agrada mas não resolve e isso é muito filosófico para um fim de noite. Então a Bela me mandou essa tirinha, que tem muito mais a ver com o meu momento do que poderia supor qualquer "vândala" filosofia...



19.9.11

Rascunho

Fragmentos de um documento antigo que achei... 
Quando eu ainda sabia fazer poesia :)


Não temo a imensidão
Nem tampouco o infinito
Nao creio na força do não
“Eu acredito, acredito!”
Na ilusão dos grandes amores
Na paixão que me cobre de flores
Em pinturas de todas as cores
Em sabores
Não temo o mar
O fascínio do verbo amar
Os mistérios que cercam a lua
A minha mão na tua
Agora
A qualquer hora
No meio da estrada
Nos cantos da calçada
Onde alcançar o meu olhar
E a força do meu coração
Também não temo o chão que piso
Nem o teu pior sorriso
Nem o meu peito aberto
Ou o teu deserto
A tua solidão
Eu me agrado do sol
De de ter no meu lençol
Nos bancos do meu quintal
No tempo
E no vento
No porão da minha alegria
Na poesia...

Gui



Enquanto eu vou andando o mundo gira


E nos espera numa boa


Eu sei, eu sei,


Eu sei...

Deles

“… a vida é o filme que você vê através dos seus próprios olhos. Faz pouca diferença o que está acontecendo. É como você percebe que realmente conta…” – Denis Waitley


Saudade de tanta gente. Frase de um post do Ellus, a única pessoa que me desafiou a concordar uma coisa com ele na Terra, para que Deus, o nosso Deus, concordasse nos céus. Saudade da Bia Bug, que foi viajar com o Franitos. Saudade da Cecil, que me recuso a tirar da vida pela falta de tempo de ambas. Av também. Ka. Saudade de quem teve que ir embora e pode me ler através das letras. Saudade de quem não pode me ler, porque não domina a língua. Saudade de quem mato saudade só através de torpedos. Saudade da Fer, tão longe e tão perto. Saudade do Luke, o irmão que escolhi em vida. Tanta, tanta... Mas que bom que tenho saudade. Sinal de que vivi. Vivo. Gostosinha.

Moderninho ié-ié

Erasmo Carlos fez um álbum sobre sexo e diz que pratica bem o esporte com a ajuda do primo do azulão. Roberto Carlos diz que está marombadinho, admite chapinha e apoia o união gay. Domingo à noite, Silvio Santos mostra que abandonou o tradicional topete e aderiu a um look, digamos, mais moderninho (o microfone é o mesmo!). Assim como Cazuza, ADORO "museu de novidades"! O tempo não pára! E que bom que é assim!



Feijão com doce de leite

Leio que haverá mudanças na abertura do Rock in Rio. Elton John fecharia a noite agora é Rihanna a encarregada da missão. O que faz muito mais sentido para um dia cujas atrações ainda contam com Claudia Leitte e Katy Perry. Talvez o público (devido a sua faixa-etária) evadisse a área e não esperasse a Tia Velha entrar em cena. Eu amo Elton John, mas num dia teen, talvez ele não encontrasse tantos amantes assim. Talvez.


Agora, o mais curioso veio a seguir:


O show de abertura terá Titãs e Os Paralamas do Sucesso com participação especial de Milton Nascimento e Maria Gadú e Orquestra Sinfônica Brasileira como convidados.


Taí uma mistura esdrúxula que eu quero ver como dará certo: Titãs +  Paralamas = okey. Mas como fazer caber nessa mistura Miltão, Gadú e a OSB, gente? Mas tai uma coisa boa do cenário musical: "ingredientes" tão diferentes podem acabar formando uma bela refeição. Tomara! 

Contabilidade



OBA!
136 seguidores oficiais!
Meus Ciclistas da blogosfera

É primavera...


18.9.11

Não sei o que há de ser... Sei o que há: saudade

© A. Munasit
Dia triste. Notícia de ontem. Sábado, exatamente às 17 horas, quando eu terminava um grande trabalho, partia desse mundo uma das criaturas mais honradas, íntegras, idôneas que já conheci nessa vida. E conheço muita gente, poucos tão retos quanto o Dr. Ennio Garcia.


Ele foi um brilhante advogado, que já estava resolvendo as questões da família, com sorriso e com afeto, antes mesmo de eu chegar nela. E assim continuou. Ele simplesmente amava o que fazia, tanto é, que continuou a advogar e a "bater ponto" no seu escritório até uns dois meses antes de ser driblado pela falência do tempo. Ele tinha 91 anos na carteira. Sorriso de menino. Aparência pequena, mas nada frágil. Seu maior desafio era também seu maior estimulante: pesquisar as leis, jurisprudências, as novidades da área, para manter sua mente aguçada e seu trabalho sempre contemporâneo. 


Dia triste hoje. Minha Tia N trabalhava como secretária dele há quase 60 anos. Já eram parceiros de escritório. Acima de tudo, leais amigos. No tempo e no espaço. Eu mal me imagino fazendo 60 anos, que dirá trabalhando cotidianamente com a mesma pessoa há tanto tempo. Sinal do caráter irrepreensível desse homem e da ternura do seu trato justo.


Ele não fazia parte do meu cotidiano, mas era um ponto de referência na minha história. Mais um que se vai diante do inexorável da vida. Mais uma perda a se elaborar na grandeza dos acontecimentos. Ninguém havia superado definitivamente a morte do Meu Pai, há um ano. E mais uma vez vamos sendo expostos à fragilidade da condição humana. Mas existe a força a ser alcançada em algum lugar diante de nós (ou dentro). E claro, existe o consolo de Deus - que é sem medida e imprescindível. Mas além desse, a gente precisa encontrar uma forma de acalmar os questionamentos internos, as dúvidas e incertezas e nos tornarmos mais compactos em nós mesmos diante dessa fragilidade que nos açoita. Viver é delicadamente desafiante na força de seus acontecimentos.


Não sei o que há de ser. E tampouco compete a mim saber... Sei o que há: saudade.