20.8.12

Viva a minha Véia!

 
Minha Mãe desenvolveu um repertório de 20 a 30 palavras em inglês. Acho fabuloso para uma senhora de 75 anos (76 no próximo domingo) que nunca teve a oportunidade de estudar outra língua e que não passa aperto em nenhuma viagem internacional.

Aliás, a cada viagem ela acrescenta novas palavras ao repertório. Não foi diferente no nosso tour pelo Leste Europeu. Vez ou outra, ia fazendo uma espécie de ditado: dizia as palavras em português e pedia a tradução em inglês. Ela acertou muita coisa, o que me deixou feliz. Embora tenha usado a palavra "dress" para tudo que esquecia momentaneamente. "Mãe, você tá louca para comprar vestidos, heim!?!", eu dizia e ela sorria, tentando se corrigir. Eunice, nossa companheira lateral no busão tentava ensinar as mesmas palavras em alemão, o que não deu muito certo.

A ciência do nosso progresso em alguma coisa nos deixa mais confiantes, não? Com ela aconteceu a mesma coisa. Precisava comprar pilhas e me perguntou como se falava: "battery". Ela gravou e me disse:

- Fácil! Se eu fosse passar uma temporada nos EUA me daria muito bem...

Mais tarde, entramos em uma loja e ela queria fazer uma pergunta ao vendedor sobre a localização do produto. E disse, eu vou lá falar com ele! Eu olhei, achando tudo muito engraçado e caminhei meio atrás dela.

- Moço, do you speak english?
- well, not much a little bit...
- Oi?

Ela olhou para onde eu estava, me procurando para ajudar... hahahahahaha Fiquei rindo, mas com carinho.

- Não foi a melhor resposta, né, mãe?
- Que nada, eu só não entendi o que ele falou!

Ai ela olhou para o cara e disse:

- battery!

E ele levou ela diretinho, na gôndola certa.
Quem disse que não é possível? 
Viva a minha Véia! 

4 comentários:

Cláudia disse...

Essa é uma mulher mais que especial...É a Filé...Hahaha

Luke disse...

Again: fofura mata? Pq se matar, tua mãe me botou a 7 palmos do chão, babe!

texto lindo, história fofíssima!!

Lembrei da minha tia no Canadá: ela estava num grupo de turistas visitando uma igreja. O grupo se reuniu em círculo na escadaria da igreja com o guia contando a história do lugar quando a minha tia notou que o círculo estava bem ao redor de um casal de idosos que comia seu lanche tranquilamente sentados nos degraus.


Quando o grupo saiu da escadaria,
a minha tia, envergonhada e com pena dos velhinhos, decidiu ir pedir desculpas. Perguntou à minha prima:

- Como se diz "desculpe" em inglês?
- excuse-me.

E lá foi a minha tia pro casal de velhinhos:

- excuse-me.
O casal chegou pro lado.
- excuse-meee.

O casal foi mais pro lado.
E ela continuou, mais alto ainda, achando que eles não estavam entendendo a pronúncia dela:

- EXCUSE-MEEEEEE.

E o casal levantou e foi embora. E ela, quando entendeu o que havia acontecido, ficou ainda mais envergonhada.

E eu, claro, choro de rir até hoje.
"baixa o pano" ;-)

Saulo disse...

Eu e Tia Ruth íamos arrazar juntos! Misturava meu inglês ao dela e não tinha pra ninguém...

Aline, Vinícius e Laura disse...

hahahaha, ri com a história do Luke! =D

Tia Ruth tem metade da idade que diz que tem... Intelifofa! Inteligente com fofa! Amei!