3.10.09

Velhinha Radical


Minha Mãe é uma mulher muito interessante de se observar a vida. Não sei quase nada da sua história pregressa, mas o que eu sei, tem o seu lugar... Minha Mãe nasceu numa fazenda chamada Córrego dos Índios. Um dia, teve um temporal tão forte, que a Minha Avó teve que se esconder com ela, ainda no peito, debaixo da mesa. O único lugar da casa em que não chovia.


Acho interessante observar que muitos e muitos anos depois ela reviveu a história sob nova perspectiva. Eu, pequena, e a casa de praia sendo destelhada pelo vento no meio da noite de temporal. E caiu foi coisa em cima da gente, que correu para pedir “abrigo” no outro quarto, onde estava uma família de amigos. A gente riu muito dessa situação. Era engraçado ter que encarar esses “perrengues” com uma família que tem muito bom humor. Dia seguinte, Meu Pai tinha improvisado uma barraca dentro do quarto. Era a minha família praticamente vivendo as histórias das Mil e Uma Noites. Parecia um acampamento árabe. Uma espécie de caverna dentro de casa. Hahaha



Minha Mãe é feita dessas contradições. Nasceu na simplicidade, mas sempre teve o sonho de vir para o Rio de Janeiro. E veio com Meu Pai. E se adaptou muito bem à cidade; mantendo sempre um olho no futuro e os pés plantados nas tradições e costumes do passado. Há duas semanas, vem ela me surpreender:


- Queria fazer um segundo furo na minha orelha. Você tem e acho tão bonitinho.


Claro que eu dei a maior força! E aos 73 anos chega ela em casa TOOOOOOODA contente com seu segundo furo na orelha! Ficou linda! Está se achando moderna!


- Uai!? Não estou morta – Ela justifica às amigas beeeem mais novas, que acham que ela fez uma pequena loucura.


E não está morta mesmo! Agora ando tentando fazer ela gostar de tatuagem e piercing! Haha. Tarefa complicadíssima para quem tem os pés plantados na tradição. Contudo, essas pequenas “ousadias” a deixam mais e mais confiante e com muito mais vontade de experimentar as coisas novas da vida. E assim ela vai escrevendo uma história especial, sempre em busca da novidade que está por vir. É muito lindo de se testemunhar!

3 comentários:

Vivi disse...

Estou lembrando aqui do e-mail dela para mim, tentando apimentar meu casamento: 99 maneiras de beijar hahahhaa. Pena que depois descobrirmos que não era bem esta a mensagem. O assunto era só para me encorajar a abrir a mensagem. Marketeira!

Bibi disse...

Eu lembrei disso na hora!
hahahahahahahah

Saulo disse...

Tia!! Inteligente e sagaz, tudo que diz tem no fundo um porquê maior, um desejo contido, uma lição de vida. Poucos gestos, muito carinho! Tia tem um "cantão" no meu coração!