27.1.10

Poesia

Sinto saudade da sua poesia
Daquele que você fazia
Quando a gente se encontrava
Daquela que a gente fazia
Quando se amava
Daquela que a gente dizia
Sempre que tinha vontade
É dela, sempre ela
Que eu tenho saudade...
A poesia está triste
A poesia já não existe
A poesia está fraquinha
A poesia está quietinha
A poesia está guardada
A poesia precisa ser amada
Precisa de encontro
Precisa de encanto
E de mãos dadas
Precisa de carinho
Precisa de beijinho
E de mais nada.

7 comentários:

LUKE disse...

Minha Cora Coralina!

Bibi disse...

OnhÔ! Eu gosto de escrever de várias formas... Uma Kama Sutra das letras! hehe

fernando disse...

Poesia sobre a poética simplicidade!

Bibi disse...

Fernando: quando se ama uma ideia não há nada de simples...

Josselene Marques disse...

Bibi:

Linda! linda! Parabéns!!!

Boa noite, garota!

Joss.

fernando disse...

Bibi, simplicidade não é pejorativo, pelo contrário, é um belo adjetivo, Bandeira, Manoel de Barros demonstram isso muito bem!
O que é pejorativo é o simplório, ok!

Bibi disse...

Fernandão, eu quis dizer que quando o amor é uma ideia ou a ideia de uma pessoa e não algue,m que se dispoe a te amar a coisa não é nada simples!