3.5.09

Dias Melhores

Foto da Vevê Sincronizada

Assunto sério.


Tem dias que você acha que está tudo bem, então descobre que não está. Já experimentou essa letra? Eu creio que passamos por esse sacolejo algumas vezes na vida. É preciso estar atento e forte. E olhar além do seu ponto de vista. Porém, adivinhar o pensamento futuro e criar ilusões de perspectivas nunca foi coisa que deu certo.


Eu tento prestar atenção em alguns sinais que as pessoas à volta me fornecem. Se elas me dizem que está tudo bem, como vou achar que não está? Complicado. Muita gente insiste nessa tecla de dizer que está legal, mas sentir de forma oposta, o que causa um bocado de confusões, porque ninguém tem o dom de ler e/ou adivinhar pensamentos. Simplesmente não é assim que funciona. Quem é que nunca se encontrou em uma situação assim? Então vai aí um alerta: poucos são especialistas em linguagem não verbal [portanto, não fale com as minhas mãos, fale com os meus olhos, ouvidos e boca].


Já contei aqui que um amigo meu disse que eu "deveria ser uma editora de comportamento (!!!!) e sexo (?????)". Eu ri muito nesse dia, porque a gente estava falando de coisas sérias. A frase me marcou e cheguei a fazer as minhas considerações a respeito. Existem grandes possibilidades nessa frase, mas a teoria foi fruto de sua observação mais próxima [pelo menos no que tange à parte de comportamento, vamos deixar claro! hohoho]. Tempos depois, ele voltou a dar nova sentença: "você definitivamente deveria ser Psicóloga". Outra vez dei gargalhadas e o lembrei da sentença anterior... Ele voltou atrás: "ah é! Ser editora tem mais o seu perfil".


Por que isso? Pela minha habilidade em perceber e interpretar certos comportamentos nas outras pessoas. E chegar ao centro da questão em poucas e simples palavras. Contudo, não é sempre assim. E quando o fato é em relação à minha pessoa: pumft! Sou uma porta! De madeira velha e que range! Quando o fato é com o outro, sou de percepção instantânea; mas... Quando é comigo, fico burra! Não vejo o óbvio, sequer consigo interpretar a deixas mais claras do mundo.


Só essa semana, eu tive dois embates com essa realidade. Achei que estava tudo bem com um amigo, porque assim ele dizia estar. Mas sua atitude revela que existe uma barreira entre nós. Praticamente um grande vale, cuja ponte foi derrubada, separando duas margens opostas. E esse precipício tem uma trilha que jaz no escuro: ele diz que está tudo bem, mas me impede de ir adiante nas atividades que tenho tanto desejo de fazer parte. O que vai acontecer no fim dessa trilha eu não sei. O que posso adiantar é que certas atitudes egoístas são tão claras, que você tenta esconder a cabeça no buraco e fica com a bunda de fora, igual à avestruz.


O segundo embate é apenas reflexivo. Tive uma noite ótima com a Onça, a Bia Bug e o Franitos, meus afilhados de casamento. Uma verdadeira festa das sensações. Gente querida e sorrisos. Fui dormir cheia de satisfação. Acordei péssima, a ponto de ir parar no hospital com infecção alimentar. Assim sendo, é bom que se goze o dia e se desfrute das melhores companhias com prazer intenso... A gente nunca sabe como será o dia de amanhã. Graças a Deus ficou tudo bem. E a minha esperança, sempre, é que dias melhores sempre hão de vir.


E que venham!

7 comentários:

Saulo disse...

Descobrir que as coisas não andam como eu imagino é terror na certa. Tenho tendência a querer controlar tudo ao meu redor e minimizar as frustrações, sofrimentos etc. Sei que se trata de perda de tempo, uma tarefa como enxugar gelo... mas vou seguindo. Quando descubro estes empasses fico meio borocoxô e não sossego enquanto não destrincho o drama.

Saulo disse...

Vc melhorou?!

Bibi disse...

Tô indo, tô indo...

Bia Bug disse...

Eu tenho certeza de que foi a salsicha... hehehe Meu intestino me contou.

Tava com saudade de aparecer no seu blog. Adoro ser personagem.:)

Bibi disse...

Pois é, meu recado foi mais enérgico. Fui parar no hospital! Franitos também spó recebeu cartão amarelo não é? Só eu saí de campo. Delicadinha!

Daniele disse...

Delicadinha, não, vc só não tem estômago de avestruz!! Hehehehe...

Bibi disse...

Eu sou delicadinha Dani! E charmosinha tb! hahahha