31.5.09

Quem é você?


Quem é você?
Essa pergunta lhe é familiar? A mim é, porque ela me é sistematicamente apresentada em uma série de ocasiões na vida. Engraçado – e até curioso – é perceber que não há apenas uma resposta para esse tipo de interrogação. Todas às vezes que a elas me lancei, pude me perceber uma nova pessoa. Nem sempre uma outra pessoa; porém, mais da mesma... Além de mim mesma...


Quem sou eu?

Me diga quem você é? Ou quem eu seria segundo a sua ótica? Porque dentro de cada um de nós habita uma definição diferente do seu semelhante. Há os que projetam no outro seus defeitos e/ou virtudes. Há os que conseguem fazer um tipo de avaliação menos premissiva ou livre de preconceitos (ok, praticamente impossível). Tem os que se lançam ao desafio de decifrar o outro não mais cativo daquelas pequenas amarras que nos fazem tão mesquinhos.


Quem eu sou?

Em primeiro lugar eu sou filha do Deus vivo. Sou mulher. Mulherzinha mesmo. Quase menina. Estou viva e tenho um bocado de idéias e incertezas. Sou amor. Sou eternamente amor. Também sou saudade. Sou um amor imperfeito, que se escora na saudade do que fui, do que fiz, dos que amei e até do que não vivi, mas gostaria de ter experimentado. Coisas de outra geração.


Quem eu sou?

Eu sou aquilo que vivi somado ao desejo do que ainda quero me tornar. Sou feita de lições e esperança. Tenho fé. Hoje, mais uma vez, tive a revelação de que a fé não é um sentimento, mas um dom {já falei bem sobre isso aqui}. Trata-se sobre isso no filme Anjos e Demônios, baseado no livro de Dan Brown. O homem que salva a igreja católica, considera-se apenas um cara da ciência e não da fé. Durante o filme, nós percebemos que fé e ciência podem tomar o mesmo viés de coexistência pacífica. Num dado momento do longa, o protagonista, Tom Hanks, é confrontado e ele diz algo (mais ou menos) assim: ‘como só posso acreditar em minhas certezas e a fé não pode ser provada cientificamente ela é, na realidade um dom que não me foi outorgado’. (em inglês dom é gift = presente). Um presente divino dado a um grupo seleto, que tem que decidir o que fazer com esse ele.

Quem eu sou?
Eu sou a fé, a esperança e o amor.
Quem é você?
Não o sabe? Talvez seja esta a melhor curiosidade de toda uma vida. Você está em construção. Como você tem aproveitado as chances de viajar para o seu interior e fazer essa louca e tão necessária descoberta? Não é fácil, não é simples; mas navegar sempre foi preciso. Como se achar sem se perder? Como formular uma definição de quem você é sem juntar lutas? Lições aprendidas em tropeços? Erros e acertos dos máximos aos mínimos?


Quem sou eu?
Sou uma pessoa gregária, altamente influenciada por estímulos externos, que trago para dentro de mim a fim de encontrar sentido. Quem passa na minha vida, não passa sozinho; traz consigo uma série de experiências com as quais eu vou aprender. A cada novo ser que conheço há uma troca enorme e infinita. Aproveito aquilo que é bom e uso o que não considero um espetáculo como parâmetro das coisas que não são "espetaculares". Não preciso andar nas mesmas pegadas para aprender, basta caminhar junto; quer dos fatos, os mesmos fatos; quer nas histórias, as que ouvi.


Quem sou eu?

Hoje eu sou um pouco da Onça, da Bia Bug e do Franitos, do , da Andrea, da Vivi e Ellus, do Val, do Luke, do Suspiro, da Cecil, do Mestre Honey, da Quel Novaes, da Conza, do Lucio, da Beloca, do Esmê, do Jorge, do Ninho, da Dali, da Kriegger, da Ruiva, do Tom, da Taty, da Gorda, do , do Saulo, do Neo, da Lou... Pessoas com as quais eu convivo face to face, phone by phone... Sou muito menos os meus pais e sou ainda mais como eles. E vivemos... Sou um emaranhado de relações humanas com as minhas características e necessidades individuais. Eu me relaciono bem com o outro, porque tento me relacionar bem comigo mesma, vencendo meus obstáculos internos.

19 comentários:

Roberta disse...

Quem é vc??? Vc é lindaaaaa!
Te amo amigaaa e fico feliz por vc ser um pouco de mim!!! rsrsrs

Bjos da Gorda uolll

Bibi disse...

Roberta, eu tenho o seu traquejo para me safar de maluco em ônibus!

Conza disse...

Isso aí!! Somos nós + o outro.
Agora fiquei curiosa, amiga. Qual é o meu pouco em você?
Contaaaaaa!

Bjs!

Bibi disse...

Agora eu sou uma Conza! Lu, a gente ficou muito amiga muito rápido! Foi o melhor da H2M!

Jorge disse...

Minha amada, primeira e única, Bibi.
Em vários momentos da minha existência eu me fiz essa pergunta: "Quem sou eu?". Todo mundo passa por isso. Alguns continuam se perguntando a vida todo. Eu parei. Prefiro pegar pegar pequenas dicas do cotidiano. E conclui: espero que nunca descubra. O bom mesmo são as dúvidas e a eterna busca pelas respostas. Beijos!

Bibi disse...

Eu não me pergunto, mas tento descobrir. A vida me propoe essa pergunta até no orkut, menino! è bom me avaliar e querer mais que bem querer! Sou o que sou; sou mais eu! rs Sou mais vc!

jose luis disse...

eu estava num quiosque na praia
e veio um cara e do nada me disse
- eu te conheco?
nao conheco?
- deve ser da novela das oito
e ele ficou me olhando com aquela cara de " nao pode ser..."

Bibi disse...

Então você é o cara da novela das oito? rs Wow! Você devia ter dito: meu amigo, nem eu me conheço bem, que dirá você?!

Saulo disse...

Já disse que tenho uma dificuldade inexplicável de me definir?! Freud explica...!
Mas me deu vontade de dizer que seu seu também! Bjus

fernando disse...

Eis uma questão complexa, mas acho que eu enlouqueceria um analista á procura de uma resposta.

Bibi disse...

Saulo: é meu mas não me liga!

Fernando: a resposta tem que ser encontrada por você.

LuisPaulo disse...

Sou um "eu" formados por muitos "tus"...

Bibi disse...

Ahhhhh LP! Perfeito!

Bia Bug disse...

É nóis! Literalmente. :)

Bibi disse...

Bug não foi à noite!
Tá tudo em cima!? Só quero falar daquilo agora...

Luke Buarque de Holanda disse...

Quem é você? Adivinha se gosta de mim... Hoje os dois mascarados procuram o seus namorados perguntando assim...

Bibi disse...

Eu amo esse músicaaaaaa!!!!

Dani Lomba disse...

Pra variar amei né??!! A gente é fruto do meio!!! Da direita e da esquerda, do que vê, gosta ou não!
Pq eu tenho que escrever com as minhas palavras "quem eu sou", se "quem eu sou", teria que falar de mim e de um conjunto querido de amigos que acrescentam...ou não...(muito ajuda quem pouco atrabalha...)no fim pra mim é o que importa!!Ou o começo, recomeço...A experiência de conviver com GENTE totalmente diferente, ou parecida em vários aspectos e sentir felicidade dentro do corpo, no coração e na alma, é um alimento e tanto!!
Por isso vc tá sempre no meu SER!!Cresço muito AQUI...Pedalando do seu lado!! Aêêê!!!
Bjokas!!

Bibi disse...

Dani: Pedalar ao seu lado foi um encontro mágico! Divino, celeste. Presente de Deus. Caprichado! Somos corpo e bem ajustados seguimos!